Onda de Twittercídios?

14 abril 2009 3 comentários


O G1 publicou no mês passado o artigo "Popularidade das redes sociais causa 'ressaca' em seus veteranos"

Os comentários mostram um comportamento que vem se tornando constante na web brasileira: aqueles que aderem primeiro a uma rede social torcem o nariz ao ver seu “clube virtual” ser invadido.


Eu já vi vários comentários que refletem esse comportamento, como "O Twitter está virando Orkut", e outros parecidos.

Independente desse tipo de preconceito (eu considero preconceito), o Orkut continua crescendo.

Em minha opinião, essa parte da população que ao se considerar pioneira não gosta de compartilhar, a não ser com seus semelhantes, ou com seus ídolos, não usa um serviço pelo potencial que ele na realidade oferece. É a eterna busca de status, tão presente no comportamento do brasileiro e que se mostra mais ofensivamente na net.

Os novidadeiros não querem correr o risco de serem confundidos com um cidadão médio: por isso eles migram em busca de algo novo. (Gilberto Pavoni Junior)


A justificativa da invasão de spammers, adolescentes, perfis fakes, etc, é muito fraca. Qualquer usuário mais experiente sabe como bloquear, o que acessar e não acessar. E os novidadeiros geralmente são viciados no universo virtual.


As redes sociais, micro-blogs e outros tantos serviços virtuais tem o propósito de facilitar nossa vida em diversas situações.

Eu, na verdade, vejo pouca utilidade no Twitter, além de considera-lo um grande desperdiçador de tempo. Sua repercussão tem sido grande, enquanto for moda. Quanto tempo irá durar? Por essa razão, minha presença por lá é bem pouco frequente.

Em contrapartida, continuo considerando o Orkut um excelente meio de atingir um grande público quando você deseja ou precisa distribuir uma mensagem. Minha presença também é pouco frequente, mas sempre consegui, através do Orkut, atingir resultados quando precisei.


Acho que, como consumidores, precisamos repensar nossas atitudes. Só quando a utilização de um serviço deixar de ser moda ou significar status, é que o internauta brasileiro deixará de ser discriminado.

comentários: 3

MamaNunes 15/04/2009 07:06

Rô, eu já disse que te amo hoje?
Toda a rede de relacinamentos tem lá sua importancia, mas sem dúvida o Twitter tem sido a estrelinha do momento, é quase uma central de fofoca, gerador de angústia, competição...essas coisas mesquinhas com as quais não vale a pena perder tempo. O que salva são os poucos amigos que realmente se interessam em passar informação para quem precisa, o que pode aumentar consideravelmente os acessos ao seu site/blog.
Ah quer saber? Deus diz:
"Prove todas as coisas; retem o que é bom."
É isso, bom senso, equilíbrio e mingau de maizena, fazem muito bem... hehehe :)
Sou sua fã, seguidora e aluna #ptofalei
Grande beijo teacher!

"Bauru" 26/04/2009 02:31

Rô, vim conhecer esse novo espaço e dizer que ficou muito lindo. Faço minhas as palavras da Márcia, mas acrescento uma coisa: sou um mau aluno. Tenho usado muito o Twitter e até acho que meu blog tende a melhorar e qualidade com a interação com pessoas que sempre admirei. isso, no entanto, não me fez esquecer dos mais queridos como você. Gosto muito de ti, mesmo sendo tão virtual esse contato. Admiro seu trabalho e saiba que você está em minhas orações também. Beijo!

01/05/2009 12:07

Márcia e Bauru: Obrigada! Vocês são dois amores!! :)

Acho que é bom eu esclarecer que não sou contra o Twitter, ou seria uma grande hipocrisia minha, já que tenho conta lá, e sim, uso quando acho utilidade.

Na questão divulgação do blog não vi muito resultado, talvez até pela minha quase ausência. O problema é que, como tenho um grande problema de falta de objetividade, me expressar em 140 caracteres é uma tortura... hehe

Minha crítica neste artigo é sobre o comportamento das pessoas com relação a qualquer tipo de serviço ou rede social online.

Às vezes me vêm à cabeça aqueles filmes americanos de adolescentes onde tudo o que importa é ser "popular" no colégio. E como virou moda pixar o orkut, até os que continuam gostando e mantém perfil no orkut, escondem isso, para que não pareçam "brega".

Mas a mesma dondoca que faz compras no Iguatemi (ainda é esse o shopping dos "chics" de Sampa?), também visita a 25 de março de vez em quando! ;)

Beijos!

Postar um comentário

« »